domingo, 5 de novembro de 2017

Magno Malta desabafa no Senado: Representação de ódio contra a Santa Religião de Cristo e sexualização de crianças disfarçado de arte

Caríssimos leitores do Blog Cruzada Católica:

Sinto-me obrigado a fazer as palavras do digníssimo senador Magno Malta as minhas (em  pelo menos boa parte de seu louvável discurso num plenário vazio).

Trata-se de um vídeo de 12 minutos que recebi pelo Whatsapp, de um evangélico que pouco pratica sua religião.

Diante do silêncio, ou melhor, da omissão da Igreja de Pedro, grito para quem puder ouvir:

1- onde está o Arcebispo de Brasilia, Dom Sérgio da Rocha?
2- onde está a CNBB (que também é representado pelo mesmo clérigo acima)?
3- onde está o Bispo de Arquidiocese de São  Paulo, D. Odilo Pedro Cardeal Scherer, para protestar contra a exposição do homem nu sendo tocado por uma criança?
4- onde está o Arcebispo de Porto Alegre, Jaime Spengler, para protestar contra a exposição zoófila, pedófila e anti-católica, promovida pelo "Centro Cultural Santander" com incentivo ($$$$) do governo federal em Porto Alegre?
5- onde estão os Padres, Bispos e Cardeais da Igreja Católica, que com seu silêncio nos envergonham a cada dia diante dos escândalos que passam no maior país católico do planeta?

Vejam o que dizem os tablóides ingleses, diante das atrocidades que se acometem em nosso país:

Tablóide Inglês: "O Brasil é nojento".

Diante de tanta indiferença, me lembro da frase atribuída a Martin Luther King de valor inquestionável:

“O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons”.

Vou ainda mais além, sob a ótica católica:

O silêncio dos senhores, homens do clero, testemunhará contra cada um de vocês diante do tribunal divino.

E lembre-se senhores Padres, Bispos e Cardeais: vossos superiores não poderão testemunhar a favor de vocês diante do tribunal de Deus, logo não poderão alegar obediência à hierarquia, haja vista a virtude da fé ser superior à da obediência, como todos vocês bem sabem.

Sabem, porque estudaram de graça nas Universidades Católicas, porém não trabalham dignamente para retribuir ou devolver "o favor" dada pela Igreja de Cristo. E lembrem-se: até isto será cobrado.

Portanto, ninguém pode ser obrigado, a obedecer normas e procedimentos que vão contra os princípios da Santa Madre Igreja, em caráter de fé e de moral, alegando assim objeção de consciência.

Sobre esta responsabilidade, assim disse Nosso Senhor Jesus Cristo:
"Portanto, todo aquele a quem muito foi dado, muito lhe será pedido; a quem muito foi confiado, dele será exigido muito mais!”. Lc 12, 48.

Algumas referências dos ultrajes que serão citados no vídeo:




Eis aí o louvável vídeo do Senador supracitado:


Seu irmão em Cristo,
FÁBIO MOURA
Postar um comentário